Noticias

Turispetro e Serratec estreitam laços para projetos voltados ao turismo no período de pós-pandemia

By 13 de julho de 2020 No Comments

Setor que é um dos pilares da economia de Petrópolis, o turismo no período pós-pandemia já vem sendo estudado na cidade. Nesta sexta-feira (10/07), representantes do SerraTec – Parque Tecnológico da Região Serrana e da Turispetro se reuniram para estreitar laços e pensar em futuros projetos para movimentar o trade. A ideia é usar a tecnologia a favor de um dos setores mais importantes para o município.

Fora do período de pandemia, a Cidade Imperial – que é categoria A no Mapa do Turismo Nacional – recebe mais de 2 milhões de turistas por ano. O setor representa 6% do PIB anual do município.

“Neste momento, todos os atrativos turísticos do município estão fechados. A prioridade é salvar a vida dos petropolitanos e evitar a propagação do coronavírus em nossa cidade. Mas o turismo é um setor fundamental para a economia e vai ser importante para a retomada dela no período pós-pandemia”, frisa o secretário da Turispetro, Marcelo Valente. “E a parceria com as empresas de tecnologia será muito importante neste momento. Tecnologia e turismo andam juntos”, completa o secretário de Desenvolvimento, Marcelo Soares.

O SerraTec é a união do setor de tecnologia das três principais cidades da Região Serrana Fluminense: Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo, sendo que cada uma destas cidades constitui um pilar do SerraTec.  Tanto os empresários do Parque Tecnológico quanto a prefeitura vão estudar, agora, projetos que podem ser construídos juntos para alavancar o turismo na cidade e melhorar a experiência dos visitantes quanto estiverem aqui.

“O próximo passo agora é montarmos um plano de trabalho, montarmos um grupo que ficará focado no setor”, destaca o presidente do Serratec, Marcelo Carius. “Hoje em dia existem muitas formas de usarmos a tecnologia para avaliarmos a experiência do visitante na cidade e podemos unir os empresários e a prefeitura nos projetos voltados para o turismo”, acrescenta o vice-presidente do SerraTec, Alexandre Macedo.

Leave a Reply