Noticias

Senai oferece formação profissional para certificação Cisco

By 21 de agosto de 2012 No Comments

Referência em qualificação de profissionais para o mercado, o SENAI oferece treinamento específico na área de Tecnologia de Informação (TI): curso preparatório para a prova de certificação CCNA (Cisco Certified Network Associate), que torna os alunos aptos a realizar o exame da maior fabricante de equipamentos de rede do mundo, a Cisco. Para as empresas, contratar um profissional certificado significa reduzir custos, uma vez que ele entra no mercado de trabalho mais qualificado.

Outro benefício para as organizações é que o investimento no corpo técnico serve como estratégia de retenção. “A demanda por profissionais de infraestrutura de redes está crescendo. Hoje há posições de trabalho ociosas, por falta de pessoal qualificado”, afirma o instrutor especialista do SENAI, Sérgio Motta.

Caio Vianna, que iniciou o curso em março deste ano, foi beneficiado pela oferta de vagas. Antes mesmo de finalizar a preparação para o CCNA, conquistou um posto de técnico especialista em Telecomunicações na Embratel. “A certificação Cisco funciona como garantia de um profissional completo, que possui uma base bastante sólida de conhecimento técnico. Na maioria das empresas, o desenvolvimento está bastante ligado ao avanço na pirâmide de certificação.”

A certificação traz, ainda, benefícios financeiros: quanto mais profissionais certificados uma empresa tem, maiores descontos obtém na compra de equipamentos obtém na compra de equipamentos da Cisco. No que diz respeito às vantagens para os profissionais da área, Sérgio Motta destaca fatores como aumento da empregabilidade e melhor remuneração salarial.

Estrutura do treinamento

O curso preparatório CCNA é composto por quatro módulos de 88 horas cada. O primeiro é básico, com os fundamentos de redes de computadores e maior carga teórica, para nivelar o conhecimento dos participantes. No segundo módulo, os alunos exploram vários aspectos, como roteamento estático, protocolos dinâmicos, configuração básica, hardware e sistema operacional. No terceiro módulo, são estudas as redes locais, utilizadas para ligação de computadores, impressoras de rede e dispositivos sem fio. Por fim, no último segmento do curso, o foco é no agrupamento de todos os conceitos e na forma de interligação de redes completas de diferentes localidades entre si, como filiais de uma empresa, por exemplo.

O técnico de Atendimento da Spread, empresa da área de Tecnologia da Informação (TI), Nilton Tadeu Cordeiro participou de palestras sobre o curso, realizada por meio do Projeto Terças Sem Dúvidas, no SENAI  Cinelândia, e ressaltou a importância da certificação: “Faltam profissionais nessa área , principalmente de tecnologia voltada para a rede da Cisco.”

Fonte: Carta da Indústria

 

Leave a Reply