Noticias

Representantes do Ministério da Educação visitam campus da UFF

By 11 de novembro de 2015 No Comments

 
O projeto pedagógico eo campus da Universidade Federal Fluminense (UFF) emPetrópolis foram conhecidos pelo Ministério da Educação (MEC) na manhã de ontem. Durante visita técnica, o secretário de Educação Superior do MEC, Jesualdo Pereira Farias, acompanhado do reitor da UFF, Sidney Mello, e do prefeito Rubens Bomtempo, elogiou e ressaltou a importância da Prefeitura no processo de instalação da primeira universidade federal da cidade. “Os projetos exitosos são aqueles onde universidade e a Prefeitura trabalham em conjunto.

 

Saber que Petrópolis tem um gestor público presente e que participou de toda essa construção nos anima, dá a certeza do sucesso e a tranquilidade que garante a continuidade de todo esse projeto de forma planejada para estar a serviço de toda a região”, destacou o secretário de Educação Superior do MEC, Jesualdo Pereira Farias.

 

A comitiva percorreu as instalações da estrutura acadêmica mais moderna da Escola de Engenharia. O Campus da UFF em Petrópolis é totalmente acessível com rampas e elevadores; tem acesso à internet em alta velocidade com cobertura wireless; conta com auditório, biblioteca, refeitório, quatro laboratórios temáticos, dez salas de aula, secretaria e atendimento ao aluno; coordenação de graduação, pós-graduação e do departamento de engenharia; laboratórios de Física I e II, Química e Informática; três salas de reunião; sala de professores; e espaço de convivência.

 

O anexo do prédio abrigará ainda incubadora de empresa e empresa júnior. “Com a chegada da UFF estamos criando uma nova vocação para Petrópolis, que se consolida como um pólo universitário. Também é a realização de um sonho que estávamos perseguindo desde 2002, quando Petrópolis recebeu o Cederj com ensino superior à distância. A concretização desse sonho, que era a conquista da universidade pública, nos dá mais ânimo para continuar caminhando” disse o prefeito Rubens Bomtempo. A instalação da UFF em Petrópolis é resultado do trabalho da Prefeitura, que garantiu a infraestrutura necessária para a vinda da instituição.
Porém, faltava o espaço. O prédio aonde funcionava a Faculdade de Medicina, em Cascatinha, foi cedido pelo município para abrigar o Centro Vocacional Tecnológico. A iniciativa garantiu a cessão do prédio onde funcionava o Cetep, no antigo Ciep do Quitandinha, concretizando assim, o sonho da instalação da universidade Federal na cidade. A Prefeitura realizou todas as obras de reforma e adaptação do prédio, adquiriu mobiliário, equipamentos, livros, material didático e ainda foi a responsável pelos laboratórios. “Esse é um momento importante tanto para a cidade quanto para a UFF.

 

É a prova do bom uso dos recursos públicos e mostra ainda um importante trabalho coletivo. A universidade chega a Petrópolis de uma forma sólida e todo esse trabalho realizado aqui, com certeza, servirá de exemplo para todo estado”, frisa o reitor da UFF, Sidney Mello. As aulas terão início no dia 25 de novembro. Com carga horária de 3.660 horas, o curso de Engenharia de Produção da UFF, campus Petrópolis, será inovador. A aprendizagem será baseada em projetos garantindo sólida formação científica, tecnológica e profissional.A metodologia integrada e interdisciplinar privilegia o trabalho sob a óptica da sustentabilidade.

 

A grade curricular do curso está dividida em três núcleos de conteúdo. Básico: comum a todos os cursos de engenharia. Profissionalizantes: estudos necessários à formação do engenheiro de produção. Específicos: conhecimentos científicos, tecnológicos e instrumentais para a garantia do desenvolvimento das habilidades e capacidades desejadas para o profissional da Engenharia de Produção. A estudante e presidente da Associação Petropolitana dos Estudantes (APE), Caroline Chiavazzoli, de 19 anos, destacou a importância da instalação de um campus da UFF em Petrópolis. “Há tempos os estudantes esperavam por esta conquista.Agora a formação superior pública e de qualidade está cada vez mais próxima do nosso alcance”, disse.

Leave a Reply