Noticias

Programa inédito de imersão abre vagas gratuitas para 66 estudantes

By 8 de julho de 2019 No Comments

O programa “Residência de Software” é um projeto realizado pela instituição sem fins lucrativos e seus parceiros, que promoverá a imersão tecnológica em desenvolvimento de software, preferencialmente, para jovens do nível médio ou pessoas que buscam qualificação para realocação no mercado de trabalho.

O programa visa aumentar a oferta de profissionais qualificados na área de tecnologia para atrair empresas do setor à Região Serrana e expandir as empresas que já estão situadas.

Esta primeira versão do programa será implementada na cidade de Petrópolis, podendo se expandir para a cidade de Teresópolis e de Nova Friburgo.

O plano ousado busca proporcionar uma imersão no ensino de tecnologia, combinando conhecimento teórico com atividades práticas, para que o aluno se torne um profissional completo, aplicando os conhecimentos em projetos reais, concedidos pelas empresas parceiras.

A dinâmica acontecerá da seguinte maneira: as empresas disponibilizarão um projeto a ser desenvolvido pelos alunos, conforme eles forem adquirindo conhecimento, levando assim, o profissional a experiências diretas, como se estivesse dentro da empresa, com tutores, mentores e problemas reais a serem resolvidos.

Serão selecionados 66 alunos que irão compor três turmas. A seleção será feita por meio de uma prova com conteúdos gerais, como português, matemática e lógica, e levará em consideração conhecimentos de algoritmos como diferencial, mas não eliminatório. A outra etapa do processo seletivo se dará por uma entrevista avaliativa, que levará em consideração: engajamento, disponibilidade e proximidade do aluno com o local do curso. As inscrições já estão abertas para todos os interessados. A inscrição pode ser feita pelo site http:// serratec.org/residencia-desoftware/ para se candidatar a uma vaga no programa até o dia 20 deste mês.

A residência terá a duração de quatro meses e meio e não terá custo algum aos alunos selecionados. No entanto, o aluno terá que estar 100% dedicado ao programa, não podendo ter nenhum vínculo empregatício durante o processo.

Os alunos ainda terão um auxílio para cobrir os gastos com transporte e alimentação. O programa é composto com aulas de Lógica, Matemática e Algoritmos, além de conhecimentos específicos, treinando o aluno para desenvolvimento mobile, nuvem e web, utilizando as últimas tecnologias do mercado, permitindo ao aluno ter espaço em qualquer empresa de software dentro e fora do país. O programa também contará com Coaching de Alta Performance e aulas de Inglês.

O aluno terá aulas pela manhã e no período da tarde. Após o período da residência, os alunos terão a oportunidade de serem contratados pelas empresas de seus respectivos projetos. E mesmo aqueles que não forem selecionados pelas empresas participantes, receberão total apoio para achar a primeira oportunidade de emprego.

Este projeto está sendo apoiado por diversas instituições, como a Firjan, as Prefeituras de Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo e a Faeterj, através do Secti (Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação do Rio de Janeiro), para que o projeto seja materializado.

O Serratec está trabalhando em outras parcerias para que o curso seja realizado no Quitandinha. “Precisamos ampliar a oferta profissional de uma das principais funções da área de tecnologia, o programador. Vamos formar mais de 130 profissionais por ano, mais que todas as universidades da região somadas”, disse Marcelo Carius, Presidente do Serratec e CEO da Neki IT..

Leave a Reply