Noticias

INT recebe Prêmio Kurt Politzer de Tecnologia

By 14 de dezembro de 2015 No Comments

Em conjunto com a Oxiteno, o Instituto Nacional de Tecnologia (INT/MCTI) recebeu o Prêmio Kurt Politzer de Tecnologia de 2015, pelo desenvolvimento do processo para “Produção Biocatalítica de Ésteres”. Promovida pela Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim), a cerimônia de premiação ocorreu no encerramento do 20º Encontro Anual da Indústria Química (ENAIQ), na sexta-feira (11/12), às 13h, no hotel Grand Hyatt São Paulo.
 
O processo de produção premiado consiste numa especialidade química usada na formulação de produtos de higiene pessoal e cosméticos. Desenvolvido a partir de projeto no âmbito da Embrapii (Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial) pela sua Unidade INT, em parceria com a empresa Oxiteno, o trabalho também foi objeto de depósito de patente no último dia 3 de dezembro.
 
O projeto Embrapii INT foi coordenado pela pesquisadora Viridiana Santana Ferreira-Leitão, chefe do Laboratório de Biocatálise (Labic), da Divisão de Catálise e Processos Químicos (DCAP), contando também no seu desenvolvimento com a pesquisadora Ayla Sant’Ana da Silva e os bolsistas Lívian Ribeiro Vasconcelos de Sá, Juliana Pereira Vasconcelos e Luis Gabriel Valdivieso Gelves. Na Oxiteno, o trabalho foi liderado pelo químico Giovanni Bernardi Rosso, e também integra os pesquisadores Fabrício Vargas, Priscila Milani e Raquel da Silva.
 
Lançado em dezembro de 2001 pela Abiquim, o Prêmio Kurt Politzer de Tecnologia tem como objetivo estimular a pesquisa e a inovação na área química no País, reconhecendo projetos de inovação tecnológica na área química, que demonstrem a inventividade e a criatividade de empresas e pesquisadores. Além da categoria Empresa, este ano, o prêmio inclui a categoria Startup (empresas nascentes de base tecnológica) – que contemplará a empresa Ipol Nanotecnologia, pelo projeto “Polímeros de alto desempenho aditivados com nanomateriais de carbono”. Pela categoria Pesquisador, receberão o Kurt Politzer o trio formado pela professora Vanderlan da Silva Bolzani, professor João Batista Calixto e professora Maria Luiza Zeraik pelo projeto “Utilização sustentável da polpa dos frutos de umbu e umbu-cajá: produtos naturais fenólicos de alto valor agregado para a indústria de cosméticos com propriedades antienvelhecimento”.

 

(DCOM/INT – Com informações da Abiquim)

Leave a Reply