Noticias

DENTRO DO PLANO INOVA EMPRESA

By 15 de agosto de 2013 No Comments

O presidente do Sistema FIRJAN, Eduardo Eugenio Couve Vieira, entregou  ao ministro da Ciência. Tecnologia e novação (MCT&I), Marco Antônio  Raupp, proposta do Programa Nacional de Engenharia de Produtos e Prototipagem.  0  objetivo da Federação e criar uma nova linha de apoio as empresas com recursos de RS 120 milhões para fomentar  mil projetos de design de produto.

 

  0 que significaria 0,4% dos RS 32,9 bilh6es disponíveis para o Plano Inova Empresa. Dos RS120 mil estipulados, cada projeto terá ate R$ 30 mil para serviços de engenharia e design, o mesmo valor para prototipagem  rápida e ate RS60  mil para molde de injeção/ferramenta  de produção. 

 

“Achei a proposta muito interessante, porque as medidas do Ministério sempre tiveram mais consonância com a realidade quando trabalhamos, antes de lançarmos editais, com as demandas setoriais”, ponderou  Raupp. A estrutura do programa  prevê a parceria da Finep com 0 SENAI, que atuara como agregador do setor industrial, unindo  empresas, engenheiros, designers e técnicos  de instituicões  Cientificas e Tecnol6gicas  (ICTs). 0 ministro afirmou  que vai analisar a ideia e submetê-Ia   a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), para avaliação   técnica.

 
 A motivação   para a proposta da Federação veto  da experiência com o Edital de Design. uma parcelada FIRJAN com Fazer e Sebrae.
 

A iniciativa revelou que 0 maior gargalo para as companhias  no desenvolvimento  do produto  e a etapa de engenharia. “Entendemos que a inovação e um dos caminhos mais eficazes para 0 fortalecimento da competitividade”. avaliou Eduardo Eugenio. A ideia e que o Programa Nacional de Engenharia de Produtos e Prototipagem beneficie  pequenas e medias empresas que dependem do protótipo  final para desenvolver seus negócios.

“Essa e uma demanda real da indústria e uma iniciativa que pode ter dimensão nacional”. ressaltou Fernando Sandroni, presidente do Conselho  Empresarial de Tecnologia do Sistema FIRJAN.

 
 APRESENTAÇÃO

Na visita a sede da Federação, o ministro  do MCT&I apresentou um balance do Plano Inova Empresa. Dos sete editais destinados aos setores estratégicos definidos- cadeia agropecuária, energia, petróleo  e gás, saúde. defesa, tecnologia  da informação e comunicação  e sustentabilidade socioambiental  – apenas 0 ultimo não foi lançado.  De acordo com Raupp, 0 edital de sustentabilidade socioambiental  será divulgado  ate agosto. Para essas áreas, serão alocados  RS23,5 bilh6es. Raupp declarou, ainda. que a demanda pelos recursos do plano tem superado a oferta. mas algumas linhas. como  0 Inova Perto, tiveram pouca adesão. Dessa forma, podem acontecer  adaptações de valores entre os setores contemplados.

 
 Para Alexandre Santos, presidente do CIO RJ, grupo de gestores da área de Tecnologia da Informação   e da empresa, os programas de fomento  são imprescindíveis:  “0 Rio e um grande polo de empresas do pais, principalmente  pela presença de centros  universitários e de pesquisa. 

Leave a Reply