Noticias

Celular já substitui o computador pessoal

By 8 de junho de 2015 No Comments

A chegada dos smartphones no mercado mudou a cultura de toda uma geração. Pesquisas já mostram que, em muitas circunstâncias, eles já substituíram, o uso dos computadores convencionais. A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad 2013), divulgada recentemente comprova esse fato. Ela constatou o crescimento do uso da internet por meio de aparelhos móveis nas residências. Mas, apesar disso, divulgou que o acesso por microcomputadores ainda é maior. Pensando nesse novo mercado, empresas petropolitanas investem cada vez mais no desenvolvimento de aplicativos corporativos.

Buscando agilizar o uso da internet pelos empresários, SandroGatto, da Sankhya, empresa especializada em Tecnologia da Informação e Gestão de Negócios, elaborou em 2007 o primeiro dispositivo móvel que rodava em celular. Atualmente, a Sankhya atende 3 mil clientes no Brasil e está sediada no Polo Tecnológico de Petrópolis, situado no Quitandinha.

“Desde 2007 acreditávamos nisso e percebemos que essa nova cultura já evoluiu. Hoje, os empresários podem gerenciar o negócio de qualquer local, por meio do aparelho móvel”, comentou. Atualmente, Sandro investe na criação de aplicativos corporativos que facilitam a gestão das empresas e também dos funcionários. Além disso, ele trabalha no desenvolvimento de softwares financeiros, de estoque e cobrança. “A nossa missão na era da mobilidade foi traduzir tudo isso para os aparelhos móveis, pensando principalmente, que nos dias de hoje as pessoas passam grande parte do tempo no trânsito”, explicou.

Os sistemas elaborados pela Sankhya rodam 100% no celular ou tablets, disponibilizando maneiras mais fáceis dos gestores monitorarem o que acontece na empresa. “Nossos aplicativos são voltados para a mobilidade empresarial”, disse.

Apesar da mudança do comportamento dos consumidores e empresários, Sandro disse que o uso do computador ainda é expressivo, por uma questão cultural. “Vejo que algumas pessoas ainda têm dificuldades de resolver tudo no celular, principalmente a geração que tem mais de 35 anos e que não foi acostumada a usar os aparelhos móveis par tantas funções, como exerce hoje”, declarou.

Contudo, ele declarou que uma coisa já mudou completamente: os notebooks substituíram os desktops. E, para o dia dia, ele salienta: “Não é preciso mais usar o notebook o tempo inteiro, porque os celulares são mais práticos, ocupam menos espaço e desenvolvem muito bem algumas das atividades que precisam ser trabalhadas na Web. Eles atendem a necessidades dos clientes, representam ganho de produtividade e de tempo”, afirmou. Porém, um ponto negativo identificado pelo empresário é que mediante tanta tecnologia, as baterias dos celulares ainda duram pouco e representam um problema para a sociedade que tem os aparelhos móveis como referência.

Leave a Reply